Diogo Carvalho bate recorde, Phelps desilude

thumbs_sapo_ptCA0WXP59Diogo Carvalho bateu hoje o recorde nacional absoluto dos 50 metros mariposa em piscina curta, quando a grande figura, Michael Phelps, que falhou a qualificação para as finais dos 100 metros costas e livres.

Diogo Carvalho terminou em 20.º lugar com a marca de 23,75 segundos, melhorando o seu próprio máximo nacional em dez segundos (23,85), o qual tinha sido alcançado em 2008 nos Europeus de piscina curta de Rijeka.

Ainda entre os portugueses, Diana Gomes foi 27.ª nos 100 metros bruços (1.08,46 minutos) e Marisa Brito foi 29.ª (1.10,06 minutos), enquanto Nádia Vieira terminou as eliminatórias dos 200 metros estilos em 33.º lugar (2.21,24 minutos).

Nos 100 metros livres, Luís Pinto foi o português mais bem classificado, no 50.º lugar, com 49,97 segundos. Alexandre Agostinho terminou em 68.º (51,10), e César Faria na posição seguinte, com o novo recorde pessoal de 51,17.

No cenário “internacional” as atenções viraram-se para a estrela mundial Michael Phelps, que falhou as qualificações para as finais dos 100 metros livres e 100 metros costas, numa prova em que optou por competir com os fatos banho tradicionais.

Phelps, que nos Jogos Olímpicos de Pequim chegou à marca recorde de oito medalhas de ouro, foi 16.º no 100 metros livres, com a marca de 47,77 segundos, num lote em que o primeiro dos oito qualificados foi o sueco Stefan Nystrand (45,93).

Nos 100 metros costas, o nadador de Baltimore foi desqualificado, sem que o juiz especificasse no momento a razão pela qual invalidou a prestação do octo-campeão olímpico.

Enquanto a maioria dos nadadores apresentaram fatos rápidos e de alta-tecnologia, Phelps optou por um fato de banho convencional, dos que voltarão a ser utilizados no próximo ano, por determinação da Federação Internacional Natação (FINA).

O treinador de Michael Phelps, Bob Bowman, já referiu na segunda-feira pretender que o nadador utilize os fatos antigos nos próximos campeonatos nacionais dos Estados Unidos.

Antes da Taça de Estocolmo, Phelps tinha afirmado que não estava na sua melhor forma, mas que queria aproveitar a competição sueca para testar a sua condição física e o uso dos “novos” fatos de banho.

Durante a manhã, a Taça do Mundo proporcionou ainda um recorde mundial à chinesa Jing Zhao, com 26,08 nos 50 metros costas, quatro dias depois da australiana Marieke Guehrer ter feito a prova em 26,17.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: