Ronaldo não vai a Guimarães por causa dos tratamentos

O jogador vai fazer duas sessões de fisioterapia por dia, pelo que vai permanecer em Madrid para não atrasar a recuperação da lesão. Queiroz ainda acredita que vai ter Ronaldo… na bancada Cristiano Ronaldo não vai estar amanhã em Guimarães a torcer na bancada pela vitória de Portugal frente a Malta, que vale a presença da equipa das quinas no play-off de apuramento para o Mundial 2010.Fonte próxima do jogador disse ontem ao DN que Ronaldo está agora focalizado em recuperar da entorse do tornozelo direito, pelo que não vê qualquer vantagem em regressar a Portugal para assistir à partida. É que a estrela do Real Madrid irá ser submetido a duas sessões de fisioterapia diárias – uma de manhã e outra à tarde-, além dos tratamentos tradicionais nestes casos. Pelo que, uma deslocação a Guimarães poderia fazer com que perdesse uma dessas sessões.Cai assim por terra a vontade de Carlos Queiroz. “O que está combinado é ele ir ver o jogo”, disse o seleccionador nacional, acrescentando não ter conhecimento de “qualquer impedimento” imposto pelo Real Madrid.Ronaldo foi ontem reavaliado pelos médicos merengues que, segundo fonte do clube espanhol revelou ao DN, não detectaram qualquer alteração no quadro clínico do jogador. Ou seja, mantêm-se as três a quatro semanas de paragem previstas.O jogador passou o dia de ontem no centro de treinos do Real Madrid, em Valdebebas, arredores de Madrid, mas apenas foi visto quando esteve num dos relvados a ouvir a palestra do treinador Manuel Pellegrini. Depois, regressou aos balneários onde prosseguiu o seu tratamento.Durante o dia de ontem, Jorge Valdano admitiu que “o mais provável é que Ronaldo não estivesse em condições” de defrontar a Hungria, no sábado, lembrando que a lesão de que ele padece é a mesma que tinha sofrido frente ao Marselha, para a Liga dos Campeões, e que o manteve em dúvida para a partida com os húngaros. Estas declarações não tiveram qualquer retorno por parte da Federação Portuguesa de Futebol, cujos dirigentes se remeteram ao silêncio para não alimentar mais polémicas.Aliás, esta parece ser a estratégia que o Real Madrid irá seguir a partir de agora, uma vez que fonte oficial do clube espanhol disse ao DN que os departamentos médicos das duas instituições “mantêm-se em contacto para avaliar a situação de Ronaldo”, acrescentando mesmo que o relacionamento entre os merengues e a Federação Portuguesa “é magnífico”. “Estamos muito contentes porque Portugal vai ao Mundial”, acrescentou, cheio de confiança.Se Ronaldo estiver um mês de baixa por causa da lesão no tornozelo direito, o Real Madrid vai ter um prejuízo de dois milhões de euros. Tudo porque, segundo as contas ontem feitas pelo jornal espanhol Marca, a estrela portuguesa custa 483 mil euros por jogo aos cofres do Real Madrid, o que significaria qualquer coisa como 3,8 milhões de euros se ficar de fora em oito partidas.Tal como o DN anunciou na edição de ontem, os merengues já accionaram o seguro contra lesões de Ronaldo, mas ele apenas produz efeitos após o 15.º dia de paragem por causa da lesões. Assim sendo, o Real Madrid terá de suportar os salários da primeira quinzena, avaliados em quase dois milhões de euros.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: